A culpa da Culpa
24/08/2017
Puerpério em uma foto
25/09/2017

1 pessoa a cada 2 minutos tenta se matar todos os dias. Então, PARE, leia este texto pelos próximos minutos e quem sabe ajude-nos a prevenir um suicídio. Faça parte da campanha Setembro Amarelo.


Estive em uma palestra sobre a temática este fim de semana e os números são alarmantes, sendo que 9 a cada 10 mortes poderiam ter sido evitadas.

Algo que talvez você não saiba é que, apesar de ter uma prevalência maior em pessoas que apresentam algum tipo de adoecimento psíquico (depressão, ansiedades, psicose…), também há inúmeros casos de pessoas que não apresentavam nenhum indício de doença psíquica e ainda assim se tornaram suicidas.

O psiquiatra que nos trouxe o tema, Dr. Rafael Martins, elencou algumas contingências que podem culminar em um suicídio e duas delas me chamaram muita atenção e, você que acompanha o Renascendo, certamente vai entender:

  • PRIVAÇÃO DE SONO
  • ISOLAMENTO

E, aí, entendeu porque me chamou atenção??

Difícil encontrar uma mãe que não passe por isso, em especial no pós-parto imediato, embora para algumas isso se perpetue pelos primeiros anos da criança. Não há muitas pesquisas a respeito do assunto com o público materno, porém em 2015, FONSECA-MACHADO et. al, publicou um estudo com 358 gestantes brasileiras e apontou que 7,8% deste público apresentaram ideação suicida, ou seja, pensaram em se matar em algum momento.

Talvez, você esteja aí se perguntando: Como EU posso ajudar a prevenir o suicídio?

Aquilo que tanto falo no meu trabalho: faça parte da rede de apoio de toda e qualquer mãe que você conheça. Se o sono afeta tanta a vida de uma pessoa, precisamos proporcionar que as mães descansem! Se o isolamento pode ser fatal, vamos tirar as mães deste contexto. Seja o apoio, seja a escuta empática, seja a rede de apoio pontual para ela dar uma voltinha, seja a mãe que vai organizar o happy hour das mães (o único happy hour que começa depois 22h, após as crianças dormirem, mas está valendo)…

Pronto, faça isso e já fez a sua parte!

Quer saber mais sobre a campanha Setembro Amarelo? Entre no site e apoie esta causa!

Conto contigo, grande abraço!

Bianca Amorim

 

Bianca Amorim
Bianca Amorim
É, em primeiro lugar, MÃE do Davi (03 anos e 11 meses) e Lucas (2 anos). Profissionalmente, é Psicóloga perinatal e Life Coach certificada pela Sociedade Brasileira de Coaching desde 2012. Idealizadora do projeto Renascendo após a maternidade”, onde direciona seus conhecimentos como Psicóloga, Coach e Mãe para outras mulheres que desejam se redescobrir depois do nascimento dos filhos. Autora do ebook gratuito Renascendo após a maternidade: 3 passos para se redescobrir depois do nascimento dos filhos. Palestrante.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *