Preparando-se emocionalmente para a volta da licença maternidade

Baby blues puerperal: entendendo e lidando com ele
09/08/2018
Diferenças entre terceirizar e ter rede de apoio
23/08/2018

A volta da licença maternidade é, na maioria das vezes, o pesadelo das mulheres que se tornaram mães há quatro, cinco meses. Se você está passando por este período em sua vida e tomou a decisão de retornar ao trabalho, continue a leitura do texto para refletir sobre esse momento.

 

A volta da licença maternidade

 

Se você foi mãe há quatro ou cinco meses e sabe que em poucas semanas precisa retornar ao trabalho, provavelmente está se sentindo angustiada por isso. Muitas mulheres se sentem culpadas porque acham que retornar ao trabalho é sinônimo de abandonar o bebê, a quem deram atenção quase exclusiva até então.

 

Você não está sozinha, acredite. É normal se sentir assim, mas não precisa ser deste modo. E para isso mudar, o primeiro ponto a se pensar é: rede de apoio!

 

Quem é a sua rede de apoio?

 

Hoje o seu bebê já possui alguns meses. Já está mais forte e dentro de pouco tempo poderá ingerir outros alimentos que não apenas o leite materno ou artificial (não é necessário antecipar a introdução alimentar por conta do retorno da licença-materna, procure ajuda para saber como manter o aleitamento materno, caso seja o seu caso). Portanto, é hora de você dividir suas atenções.

 

Há quanto tempo você não toma um café com sua amiga mais querida? Como está o seu relacionamento como esposa, como filha? Você deu atenção ao bebê, é hora de dar também a outras pessoas que você admira, incluindo a si mesma. Marque hora no salão de beleza, vá ao cinema, faça uma refeição fora, faça compras, curta-se. Isto tudo demanda tempo e já será um teste para o retorno da licença-maternidade.

 

Para que isso seja possível, você precisará contar com uma rede de apoio. Quem serão estas pessoas é uma decisão sua, que variará de acordo com o grau de confiança envolvido. Por exemplo: muitas pessoas contam com o suporte dos avós. Se houver disponibilidade, ótimo! Mas muitas precisam contratar babás ou deixar seus filhos em creches.

 

O ideal é que essa decisão seja tomada com antecedência, para que a criança se adapte as novidades antes do período de afastamento da mãe. Se você já está na volta da licença maternidade e ainda não sabe com quem contar para cuidar do seu filho durante o seu expediente, chegou a hora de refletir e decidir!

 

Suas motivações no trabalho

 

Esse também é o período de você voltar a pensar no trabalho. Mas vá além e tenha os seus pensamentos por escrito. Portanto, é hora de pegar papel e caneta!

 

Pense no que te motiva a trabalhar. Você gostava de sair todos os dias, de se arrumar, de conversar com as pessoas, de ter uma rotina agitada? O que era prazeroso, o que te fazia feliz durante o trabalho?

 

Sabemos que a parte financeira é um grande motivador, mas muito mais deve ser levado em consideração. Muitas mulheres voltam a trabalhar depois da licença maternidade apenas por conta do dinheiro, mas, tente relembrar outros motivadores.

 

É hora de recordar também as suas dificuldades no trabalho. Elas podem não ser agradáveis, porém fizeram com que você se mantivesse firme naquele emprego, e certamente trouxeram lições de aprendizado. Portanto, merecem a lembrança.

 

Converse!

 

Você pode contar com sua rede de apoio desde já, para voltar à sua rotina antes mesmo de a licença maternidade se findar. Aproveite este período para conversar com seu esposo, sua mãe ou sua amiga, compartilhando suas angústias. O diálogo fará bem, isso é fato!

 

Também recomendo que você tire um tempo para se curtir, como citamos. É saudável e necessário relaxar, ter prazeres. Você merece! Conte com sua rede de apoio para ficar com o bebê por algumas horas, fará bem para todos. Assim, aos poucos você se acostumará a ficar algum tempo distante dele, fazendo com que a culpa e a angústia sejam menores quando a ausência for mais prolongada.

 

Tenho dúvidas se quero retornar

 

Agora, se você está com dúvidas se realmente deseja retornar da licença maternidade, clique aqui para assistir um vídeo em que te convido a refletir sobre questões importantes, antes da tomada desta decisão!

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *